press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/2

Casa em Araras

2011/2012

Área Construída: 260 m²

Equipe de projeto: Alfredo Luz, Marcella Castro e Samuel Pinheiro Guimarães

Execução: Curi Empreiteira

Fotos: André Nazareth

   O desejo da família era  construir uma casa para eles -casal com três filhos - e para hóspedes, com espaços generosos e integração com a paisagem da serra em Araras, distrito de Petropólis, RJ. O declive acentuado do terreno e algumas pedras limitavam a implantação da casa, mas o maior desafio era o afastamento obrigatório entre a casa e um curso d'água nos fundos do terreno.

   A solução de uma casa em dois pavimentos ocupando o máximo possível do terreno no sentido transversal e o mínimo no sentido longitudinal, permitiu atender esta demanda. O acesso pelo pavimento superior é feito através de uma passarela, que além de servir como elemento de transição entre o exterior e o interior, é um espaço de onde se avista várias partes da casa e a paisagem.

    Pela passarela de acesso, chega-se a um mezanino de onde se pode ver, através das portas de vidro da sala de pé-direito duplo, o deck e a bela vegetação na direção dos fundos do terreno.

     Os materiais utilizados foram alvenaria, madeira (pisos, forro do telhado), concreto aparente (estruturas e revestimento de parede), telhas cerâmicas e aço (guarda-corpos e escada).

Apartamento Leme

2017/2018

Execução: Arqt° Pablo Schargrodsky

Marcenaria: Henrique Marcenaria

Fotos: Piti Tomé

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/1

Casa da Ladeira

2014

Marcenaria: Henrique Marcenaria

Fotos: Piti Tomé

   O objetivo desta intervenção era criar uma varanda e uma área e lazer com piscina para uma casa já pronta e habitada, localizada no topo de um terreno em aclive. Junto com este objetivo principal, outros elementos da arquitetura da casa tiveram de ser ajustados: A própria fachada principal da casa foi alterada, com a abertura de uma porta da sala para a varanda, que passou a ser o acesso principal (antes este acesso era lateral). O acesso de pedestres à casa também foi modificado. O percurso agora é feito entre as grandes árvores encontradas no terreno, atenuando o calor e tornando o jardim da frente da casa mais acessível

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
1/2

Apartamento Boitatá

2019/2020

Marcenaria: Henrique Marcenaria

Fotos: André Nazareth

   O nome "Boitatá" foi dado pela localização do apartamento, na fronteira dos bairros de Botafogo e Humaitá. Nesta área existem muitas casas e edifícios baixos, o que, em contraste com a maior parte da congestionada Zona Sul carioca, favorece a incidência de luz, a vista do céu, das montanhas e do verde. 
  O projeto deste apartamento térreo procurou se beneficiar destas qualidades, ainda mais valiosas durante a pandemia iniciada pouco depois do apartamento ser habitado.
  A integração da sala e cozinha em direção ao quintal permitiu a ventilação e iluminação natural pela frente e pelos fundos para estes espaços. O quintal sofreu uma grande intervenção e se tornou um espaço flexível, com vários usos possíveis.

Cobertura Jardim Botânico

2020/2021

Execução:Engt° Anderson Palmier

Reforma em andamento.